Nossa personalidade influencia nossa alimentação

5 de agosto de 2012
Por

personalidade e alimentaçãoPersonalidade pode ser entendida como o padrão de comportamento de uma pessoa. Existem diversos modelos de estudo da personalidade e o modelo que eu mais gosto é chamado de modelo dos cinco fatores (The Big Five – Costa e McRae).

Este modelo usa cinco traços de personalidade: neuroticismo, extroversão, amabilidade, abertura à experiência e conscienciosidade (este último traço é um neologismo e tem significado semelhante a meticulosidade).

O neuroticismo identifica a forma como normalmente reagimos ao estresse. Em um extremo, o indivíduo é resiliente, tendendo a responder a situações estressantes de forma calma, segura e racional. No outro extremo, é reativo, tende a ser alerta e sensível em geral. Sob estresse fica ansioso, tenso e preocupado.

A extroversão identifica a tendência de nos socializarmos. Em um extremo, o indivíduo é introvertido, sério, formal, quieto. Prefere trabalhar sozinho e no silêncio. Gosta de privacidade. No outro extremo, é extrovertido, prefere estar cercado de pessoas, gosta de música, luzes, cores, aromas, sabores.

A abertura à experiência mostra o quanto somos curiosos para as coisas novas. Em um extremo, o indivíduo é conservador. Aprofunda-se em alguns assuntos, é prático, prefere as coisas conhecidas, tradicionais e bem estabelecidas. No outro extremo, é explorador, gosta de muitos assuntos, novas ideias, teorias, conceitos. É criativo, sonhador e questiona os próprios princípios e ideais.

A amabilidade identifica a forma que negociamos e lidamos com os outros. Em um extremo, o indivíduo é desafiador, cético, duro, crítico, competitivo, questionador e pensa de forma independente. No outro extremo, é adaptativo, tende a ser tolerante e cooperativo, aceita as opiniões dos outros e age como um membro da equipe.

A conscienciosidade identifica nossa capacidade de ter foco em nossos objetivos. Em um extremo, o indivíduo é flexível, faz as coisas de forma espontânea e casual, alterna entre tarefas com facilidade, gosta de improvisar e sempre dá um jeitinho. No outro extremo, é focado, disciplinado, organizado, faz planos para tudo, termina uma coisa antes de começar outra.

Para cada um desses traços nós estamos em uma classificação. Por exemplo, se usarmos uma escala de zero a dez, uma pessoa muito estressada e ansiosa teria uma nota elevada para o traço neuroticismo. Já uma pessoa, tranquila e desencanada teria uma nota baixa para esse mesmo traço.

Meu objetivo neste post não é aprofundar a análise deste modelo de personalidade, mas citar que existem estudos que mostram que o neuroticismo (traço relacionado à ansiedade) correlaciona-se positivamente com a preferência pelo sabor doce, tanto em homens como em mulheres.

Esse comportamento pode ser uma espécie de “conforto alimentar”, uma forma de recompensa, no qual as pessoas aliviam temporariamente a ansiedade por meio do prazer da alimentação.

É importante termos em mente que diversos fatores são responsáveis pela atual epidemia de obesidade no mundo, como fatores genéticos, sedentarismo, consumo de alimentos industrializados muito calóricos etc. Mas não podemos esquecer que nossa mente controla nosso corpo e nossas ações e que o estresse da vida contemporânea (e a forma como reagimos a ele) pode ser um fator-chave para o desenvolvimento de transtornos alimentares.

Referência: Havermans, RC and Jansen, A. Personality Traits in the Context of Sensory Preference: A Focus on Sweetness. In: Preedy VR et al., editor. Handbook of behavior, food and nutrition. New York: Springer, 2011. p. 85-97.

Share on FacebookShare on Twitter
Eduardo Bellotto

Sobre Eduardo Bellotto

Sou Médico Nefrologista formado na Universidade Federal de São Paulo e tenho muito interesse em estudar, entender e compartilhar conhecimento sobre os principais problemas que afetam as pessoas nos dias atuais, particularmente aqueles relacionados ao estilo de vida contemporâneo, como a obesidade, o diabetes e a hipertensão.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados com *

*