Consumir feijão ajuda a diminuir o Colesterol? Será?

8 de junho de 2013
Por

O feijão é uma importante leguminosa presente na alimentação humana e amplamente consumido no México, na América Central, na América do Sul e nos países africanos.

O consumo de feijão atende às principais recomendações dietéticas para a manutenção de uma boa saúde, pois contém boa quantidade de fibras, amido e outros carboidratos complexos e baixo teor de lipídio e sódio.

Quantas porções de feijão devo comer por dia ?

No mínimo 1 porção/dia.

Feijão e o colesterol

Além de todos esses benefícios, o feijão pode contribuir para a diminuição do colesterol sanguíneo. Do colesterol? Sim, isso mesmo.

Ramírez-Cárdenas (2006) avaliou os efeitos funcionais de cinco cultivares de feijão na glicemia e colesterol sanguíneo em ratos machos com hipercolesterolemia (altos níveis de colesterol no sangue). O feijão preto foi o que promoveu maior diminuição de colesterol sérico, menor nível de triglicerídeos, menor deposição de lipídios no fígado e maior excreção de lipídios pelas fezes.

Em 100 g de feijão carioca cozido podemos encontrar:

76 Kcal

4,8g de proteína

8,5 g de fibras

0,5 g de lipídeo

13,6 g de carboidrato

Vale feijão com calabresa, bacon ou carne seca? Não!

Siga as dicas da Nutri e consuma no mínimo uma porção de feijão ao dia. Ele é importante para a sua saúde!

 

Referências:

Nutrition. 2002 Sep;18(9):729-33.

Dietary supplementation with bean extract improves lipid profile in overweight and obese subjects.

Birketvedt GS, Travis A, Langbakk B, Florholmen JR.

 

J Am Coll Nutr. 2007 Jun;26(3):243-9.

Pinto bean consumption reduces biomarkers for heart disease risk.

Winham DM, Hutchins AM, Johnston CS.

 

Share on FacebookShare on Twitter
Suellen Freire

Sobre Suellen Freire

Sou Nutricionista graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, achei na Nutrição um caminho para transformar a vida das pessoas mostrando diferentes maneiras de ter uma alimentação saudável e uma vida equilibrada. Sou especialista em Nutrição Hospitalar pela UNICAMP e atuo em minha clínica trazendo hábitos alimentares saudáveis para todos os tipos de pacientes; desde os que procuram uma nutrição adequada para fins estéticos e esportivos até aqueles indivíduos com necessidades mais avançadas, tais como dieta enteral, entre outras.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados com *

*