A verdade sobre o óleo de coco

2 de julho de 2012
Por

Nesse último ano, o incentivo à utilização do óleo de coco podia ser encontrado em diversos sites, artigos de revistas e livros. De acordo com estas fontes, o óleo de coco ajudaria na prevenção de várias condições médicas. No entanto, de acordo com o posicionamento da associação americana de dietética (American dietetic association), baseada em um banco de dados sobre medicamentos naturais mostrou que até o momento não há evidencias suficientes que comprovem a efetividade do uso do óleo de coco para redução de peso, melhora do colesterol, diabetes, fadiga crônica, doença de Crohn e síndrome do intestino irritável. Isso se justifica pelo fato do óleo de coco possuir uma elevada quantidade de gordura saturada, a gordura considerada maléfica ao nosso organismo!

Então porque estão divulgando tanto os “benefícios” do óleo de coco?

Talvez isso possa ser explicado pelo fato da gordura saturada do óleo de coco ser constituída especialmente de ácido graxo láurico e mirístico. Cada tipo de ácido graxo age de maneira diferente no nosso organismo. O ácido láurico parece aumentar o HDL colesterol, considerado o colesterol bom! Por essa razão houve uma divulgação enorme pela mídia sobre os benefícios do consumo do óleo de coco! No entanto, o que não foi dito foi que o óleo de coco não possui somente esse ácido graxo! O ácido graxo mirístico também presente  apresenta uma forte associação com o aumento do colesterol ruim (LDL colesterol), sendo considerado o mais importante ácido graxo na elevação dos níveis de colesterol no sangue.

Dessa maneira, é muito importante que as pessoas procurem informações confiáveis antes de iniciar o uso de qualquer tipo de medicamento ou suplemento alimentar.

 

Referências: CUNNINGHAN, Eleese. Is there science to support claims for coconut oil? Journal of the AMERICAN DIETETIC ASSOCIATION. 2011.

LOTTENBERG, Ana Maria Pita. Importância da gordura alimentar na prevenção e no controle de distúrbios metabólicos e da doença cardiovascular. Arq Bras Endocrinol Metab,  São Paulo,  v. 53,  n. 5, July  2009 .

Share on FacebookShare on Twitter
Mariana Rocha

Sobre Mariana Rocha

Sou Nutricionista formada na Pontifícia Universidade Católica do Paraná e com especialização e mestrado pela Universidade Federal de São Paulo. Atualmente atuo como nutricionista clínica de pacientes renais crônicos adultos e pediátricos. Tenho interesse nos assuntos relacionados a doenças crônicas não transmissíveis, reeducação e influência alimentar.

One Response to A verdade sobre o óleo de coco

  1. Nayhara Liz on 4 de julho de 2012 at 8:46

    Adorei o blog Má, parabéns! :)

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados com *

*